Lazer

Passeio "Alentejo - Rota dos Frescos e dos Chocalhos"

14 e 15 de março de 2020
Inscrições fechadas

No Alentejo há um tesouro por descobrir em igrejas e ermidas perdidas na planície. Paredes que contam histórias e mostram um passado de devoção, traçado a pigmentos feitos a partir da natureza, que vale a pena descobrir, entre outros tesouros - do cante ao vinho de talha. Partimos à descoberta...

Programa:

. 14 de março (Lisboa > Alcáçovas > Vila Nova da Baronia > Alvito > Beja) - Concentração às 07h15, em local a determinar, e partida às 07h30 em autocarro com destino a Alcáçovas. Pequeno-almoço livre em área de serviço no percurso. Chegada e início da descoberta à Rota do Fresco e do Chocalho com a visita à Fábrica dos Chocalhos Pardalinho. Desde moldar a chapa à afinação, tudo será demonstrado pelo mestre. Continuação para Vila Nova da Baronia onde visitamos a Ermida de Santa Águeda e de S. Neutel: construída no século XVI, é um edifício de caráter popular e todo revestido a pintura mural no seu interior. Após a visita seguimos para descobrir a gastronomia alentejana no restaurante O Casão. Depois do almoço, continuação para o Alvito. Visita à Igreja Matriz trecentista de Alvito: fresco de vanguarda de final do século XV, recentemente restaurado. Percurso pedestre pela Vila de Alvito, percebendo a arquitetura das casas tradicionais. Visita à Ermida de S. Sebastião, uma ermida do século XVI revestida de pintura a fresco, com anjos músicos celestiais... E se lhe dissermos que, como esta pintura, há muitas outras? No final da tarde, continuação para Beja. Instalação no hotel, jantar e alojamento.

. 15 de março (Beja > São Cucufate > Vila de Frades > Cuba > Alqueva > Lisboa) - Pequeno-almoço no hotel. Saída para as Ruínas Romanas de S. Cucufate: estas pinturas são as únicas, do conjunto da Rota do Fresco, que nos permitem recuar a análise da evolução do fenómeno da pintura mural ao período romano. Depois da visita, continuação para Vila de Frades onde vamos até à Adega Cella Vinaria Antiqua para fazer uma prova de vinho de talha, vinho típico desta região do Alentejo. Continuação para almoço na Adega da Casa de Monte Pedral. Após o almoço seguimos para Alqueva. Visita ao Museu do Medronho com degustação. Início da viagem de regresso a Lisboa. Paragens técnicas no percurso. Chegada e fim da viagem e dos nossos serviços.

Oportunamente informaremos os Associados cujas inscrições forem consideradas (não será válida qualquer inscrição não confirmada pelo Clube Millennium bcp).

PDF (Arquivo)

Publicado em 20/01/2020 (atualizado em 18/02/2020)