Clube

Comunicado da Direção

Comunicado aos Associados do Clube Millennium bcp

Tendo sido agendada para a reunião de Assembleia Geral de 25 de setembro de 2019 uma proposta da Direção para expulsão dos associados Fernando José Silva Jalles Coelho, associado n.º 50950963110 e João Diogo Ribeiro Jalles Coelho, associado n.º 509509631, a mesma não foi objeto de deliberação por não terem sido acautelados os requisitos indispensáveis à aplicação da sanção pretendida. Após as necessárias averiguações, o tema dos desacatos em jogos de quartos de final da modalidade de futsal e comportamentos verificados por alguns dos praticantes voltou a ser apreciado em reunião da Direção Nacional do Clube de 19 de dezembro de 2019 (ponto 3), tendo o mesmo merecido o despacho abaixo transcrito.

Mais se informa que não haverá nova Assembleia Geral porque apenas a exclusão tem de ser aprovada em Assembleia Geral (al. 3), do n.º 2 do artigo 6.º (Penalidades/Ação Disciplinar) dos estatutos do Clube).

Transcrição do ponto 3 da ata da reunião de Direção de 19 de dezembro de 2019:

"3. Desacatos nos quartos de final de futsal

Na sequência dos envolvidos nos incidentes ocorridos nos quartos de final do XIII Campeonato Nacional de Futsal do Clube Millennium bcp, no jogo entre a Equipa "A", "Two Left Feet", e a Equipa "B", "Craques da Bola", e que se caraterizaram por insultos e agressões físicas entre membros das referidas Equipas, que conduziram à expulsão de um jogador da Equipa "A" (Rafael Diogo, ao minuto 18) e de dois jogadores da Equipa "B" (Fernando José Silva Jalles Coelho e Hugo Filipe Matos Carvalho, aos minutos 8 e 18, respetivamente), a que acresceu o envolvimento de vários jogadores de ambas as equipas em agressões nas bancadas onde se encontravam os jogadores expulsos, e à decisão dos árbitros em darem por terminado o jogo aos 18 minutos e 13 segundos do primeiro tempo, por não existirem condições para que o mesmo prosseguisse, conforme consta do relatório assinado pelos árbitros e pelo Júri, foram realizadas as diligências que se entenderam adequadas com vista ao apuramento dos factos e, se assim viesse a ser decidido, à aplicação de sanções disciplinares, os sócios envolvidos foram convidados a apresentar as declarações escritas que entendessem prestar e, subsequentemente, a comparecer em reuniões para que foram convocados, tudo nos termos prescritos nos n.ºs 2 e 3 do artigo 7.º do Regulamento Interno do Clube colheram.

No decurso na reunião, a Direção apreciou, em particular, o aludido Relatório do Árbitro e as declarações escritas apresentadas por António Vieira, membro da organização do Futsal, e pelos sócios

- Fernando José Silva Jalles Coelho, em nome próprio e em nome de João Diogo Ribeiro Jalles Coelho,
- Hugo Filipe Matos Carvalho, e
- Rafael Diogo,

e, bem assim, as prestadas presencialmente por referido Rafael Diogo - único dos sócios visados que compareceu em reunião para que haviam sido convocados - e reduzidas a escrito no Relato de Audição por si subscrito e pelos membros da Direção que o ouviram.

Na sequência, ponderados os factos apurados e a gravidade das condutas praticadas, que violam os deveres de comportamento disciplinado, cívico e digno nos atos e atividades do Clube, estabelecidos na alínea b) do n.º 4 do artigo 5.º dos Estatutos e na alínea a) do artigo 3.º do Regulamento Interno, e que em nada contribuíram para o prestígio e bom nome do Clube, a Direção deliberou, por unanimidade dos membros participantes na Reunião, observando assim o requisito exigido no n.º 3 do artigo 6.º dos Estatutos:

1) Aplicar a sanção prevista na alínea d) do n.º 2 do citado artigo 6.º de suspensão pelo prazo de um ano, a contar da presente data, aos sócios:

- Fernando José Silva Jalles Coelho, associado n.º 50950963110;
- Hugo Filipe Matos Carvalho, associado n.º 500708569;
- João Diogo Ribeiro Jalles Coelho, associado n.º 509509631;
- Rafael Diogo, associado n.º 501704680.

2) Comunicar a deliberação aos sócios ora penalizados;

3) Solicitar à Mesa da Assembleia Geral a retirada da proposta de exclusão dos associados Fernando José Silva Jalles Coelho e João Diogo Ribeiro Jalles Coelho que a Direção apresentou na Assembleia de 25 de setembro de 2019, que se encontra suspensa desde então."

Fim de transcrição.

Face à decisão tomada, a Direção tomou as iniciativas aí contempladas e entendeu fazer o presente comunicado para conhecimento de todos os associados.