Clube

"Maio, Mês do Coração"

Previna-se de doenças cardiovasculares e opte por um estilo de vida mais saudável
#Fiquealerta #Estamosjuntos

Maio foi o mês institucionalizado pela Fundação Portuguesa de Cardiologia como sendo o "Mês do Coração", tendo assim como objetivo primário a sensibilização dos cidadãos para a problemática das doenças cardiovasculares e para a imperatividade de prevenir o seu aparecimento através de hábitos saudáveis. Não existe um coração saudável sem exercício físico regular e sem uma alimentação adequada.

O seu Clube deixa-lhe algumas sugestões de alimentos que deve evitar, mas não fica por aqui:

. Açúcar;
. Produtos de pastelaria e confeitaria;
. Snacks com excesso de açúcar e sal;
. Refrigerantes, outras bebidas açucaradas e bebidas alcoólicas;
. Fruta em calda;
. Geleia, compota e marmelada;
. Folhados e salgados;
. Natas;
. Enchidos e fumados;
. Fritos, assados com gordura, molhos com gordura e concentrados de gordura;
. Chocolates, bolachas e cereais açucarados;
. Alimentos processados e refeições pré-preparadas.

Disponibilizamos-lhe, também, o "Teste de Ruffier", um exame simples e de fácil aplicabilidade para que possa saber como está a sua saúde cardiovascular:

Avalia o nível ou capacidade aeróbica de cada indivíduo, ou seja, a capacidade do indivíduo se manter em esforço durante um período considerável de tempo. Fisiologicamente esta característica está relacionada com o poder que o coração possui para bombear o sangue e, consequentemente, com a oxigenação das células do organismo. Este teste não mede a força física ou a potência muscular mas a capacidade de realizar um esforço contínuo.

Para realizar este teste apenas necessita de saber:

. Medir as pulsações;
. Um cronómetro ou um relógio que indique os segundos;
. Um papel;
. Uma caneta.

Já tem o material necessário? Então agora é só seguir as seguintes instruções:

1) Deite-se de costas durante um minuto e meça a sua pulsação uma primeira vez. O número de batimentos por minuto fornece-lhe um primeiro valor: P1;
2) Realize 30 agachamentos durante 45 segundos: Coloque-se de pé, com os pés posicionados à largura dos ombros e virados para a frente. De seguida baixe-se como se fosse sentar numa cadeira (as costas permanecem direitas, os ombros alinhados e relaxados, o peso do corpo está sob os calcanhares). Contraia os abdominais, os glúteos e realize a extensão das pernas para regressar à posição inicial. No fim do exercício meça novamente a frequência cardíaca, imediatamente a seguir ao esforço em pé. Irá obter assim um segundo valor: P2;
3) Deite-se novamente de costas e espere um minuto antes de medir uma última vez a sua frequência cardíaca. Irá obter um terceiro valor: P3;
4) Agora calcule o índice: Índice de Ruffier = (P1 + P2 + P3) - 200 / 10.

Interpretação dos resultados (adaptação do coração ao esforço):

. Índice <0 = excelente adaptação ao esforço;
. 0 < índice <5 = boa adaptação ao esforço;
. 5 < índice <10 = adaptação ao esforço média;
. 10 < índice <15 = adaptação ao esforço insuficiente;
. 15 < índice = má adaptação ao esforço - é necessário um exame complementar.

Nota: O Clube não tem qualquer interesse direto ou indireto nas marcas e/ou empresas e/ou entidades indicadas.

Fonte: Site "Workwell"

Publicado em 12/05/2020