Clube

Stress em Teletrabalho

Partilhamos algumas informações da DGS sobre como cuidar da saúde mental
#Fiquealerta #Estamosjuntos

Numa altura de adaptação a novas formas de trabalho, como o Teletrabalho, partilhamos consigo algumas informações da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre como cuidar da sua saúde mental.

Trabalhar a partir de casa protege a nossa saúde e a saúde de todos. No entanto, impõe também um conjunto de desafios, exigências e necessidades de adaptação. No sentido de facilitar o ajustamento a novas rotinas de trabalho e reduzir a probabilidade de desenvolvimento de problemas de Saúde Psicológica, sugere-se que:

. Reconheça as dificuldades de adaptação ao regime de trabalho a partir de casa/teletrabalho;
. Saiba que é natural sentir-se stressado, cansado, frustrado e sobrecarregado;
. Aceite e compreenda que a produtividade em regime de trabalho a partir de casa/teletrabalho não é igual à produtividade em regime presencial;
. Reorganize as suas tarefas;
. Estabeleça e cumpra objetivos e limites;
. Planeie um ritual simples para começar e terminar o seu dia de trabalho;
. Respeite os momentos de pausa e a necessidade de autocuidado;
. Não se isole, reforce o contato com colegas;
. Valorize o seu trabalho.

Se por um lado, para alguns, há um ritmo que abranda no que respeita às deslocações diárias para o trabalho, por outro lado, para outros, esse ritmo parece acelerar pela necessidade de resposta imediata, de uma adaptação aos novos canais de comunicação que se utilizam e às dificuldades psíquicas exigidas pelos diferentes papéis representados.

As adaptações às respostas quotidianas a nível profissional, familiar, pessoal e o limite ténue entre cada uma delas poderá afetar a saúde psíquica.

As relações interpessoais profissionais habitualmente sentidas noutro espaço, são agora sentidas, no imediato e com quem se vive diariamente.

Levanta-se a questão: Teremos todos de ser mais resilientes?

Se cada um considerar que ser resiliente é uma combinação de fatores que propiciam condições para enfrentar e superar as adversidades e que o êxito dessa superação dependerá entre outros, dos traços da personalidade, das relações sócio familiares, dos fatores culturais do indivíduo e de respostas institucionais, então pode dizer que é resiliente. No entanto, quando esta combinação de fatores não é simples de conseguir, é importante lembrar que não estamos sós!

Fonte: "DGS" - 2020.

Publicado em 27/07/2020