Cultura

Concluído ciclo de visitas ao Palácio Nacional de Queluz

As visitas iniciaram-se na denominada Sala do Trono, que não deixa indiferente qualquer visitante, dada a sua imponência...

Dado o interesse demonstrado pelos muitos Sócios em visitar o Palácio Nacional de Queluz, realizaram-se mais duas visitas, uma dia trinta de novembro e a outra no dia um de dezembro.

Como nas anteriores, as visitas iniciaram-se na denominada Sala do Trono, que não deixa indiferente qualquer visitante, dada a sua imponência. Depois os guias seguiram o itinerário habitual que passa pela capela, diversas salas, aposentos da corte, sala de jantar, até chegarmos aos jardins.

Neste percurso é-nos dado a conhecer os hábitos da realeza quando esta ia para Queluz, no verão, para assim estar num sítio mais fresco. Aproveitando as águas da Ribeira do Jamor foi construído, no jardim, um espelho de água por onde "navegavam" ao som da música que era tocada na margem do canal.

Deambulando pelo jardim passámos pela Cascata que, pese embora estar inativa, não deixa de ter a sua beleza, pelas estufas e pelo labirinto de bucho onde Neptuno ameaça, com a sua tridente, agitar as águas. Mas no lago as águas estavam serenas. Talvez por ser pouca.

Concluiu-se, por agora, este ciclo de visitas a Queluz. Oportunamente, se houver Associados a manifestar interesse nesta visita, o Clube poderá marcar uma nova ida ao Palácio.

Publicado em 03/12/2018