Desporto

Sodi World Series (SWS) teve lugar no Kartódromo de Viana do Castelo

Equipa de Karting do Clube Millennium bcp fez-se representar pelos pilotos Gonçalo Mira, Pedro Figueiredo e Nuno Rosa

Decorreu no passado sábado, dia 17 de novembro, uma prova de resistência da Sodi World Series (SWS) no Kartódromo de Viana do Castelo, com a duração de 6 horas, onde participaram 31 equipas (das quais 3 francesas e 6 espanholas). O Clube Millennium bcp fez-se representar pelo Gonçalo Mira, Pedro Figueiredo e Nuno Rosa.

A prova foi disputada no sentido inverso ao habitual, numa versão da pista que juntou o circuito grande e o pequeno. No final dos treinos cronometrados a equipa obteve a 20.ª posição, a mais de 2,2 segundos da pole position.

Apesar de nunca termos corrido naquela versão do circuito, nem termos efetuado quaisquer treinos livres na véspera, a diferença para os primeiros deixava antever algum problema no nosso kart. Por isso, antes do início da partida, levámos o kart para a oficina para tentar corrigir algumas das nossas queixas.

Após a partida, tipo Le Mans, era bem visível a incapacidade do nosso kart acompanhar o ritmo da maioria, ainda que o Gonçalo tenha conseguido recuperar até à 15.ª posição antes de, inexplicavelmente, nos ter sido aplicado um stop&go sem que estivéssemos envolvidos em qualquer incidente. Na troca de piloto seguinte não respeitámos os 3 minutos de paragem (2:59:521) e fomos penalizados com a retirada duma volta.

No turno final do 2.º turno, e porque nada melhorou no kart, o Nuno Rosa deixou o kart na oficina e efetuou a totalidade do seu primeiro turno num kart de substituição. Esse kart era 6 segundos por volta mais lento que o nosso, o que nos custou mais duas voltas de atraso face aos restantes concorrentes. Quando reentramos para a pista, já com o kart modificado, estavamos na 29.ª posição, a 4h30m do final da corrida.

Nos turnos seguintes fomos recuperando lugares, embora sem nunca conseguir rodar em tempos próximos dos primeiros. Dado o regulamento da prova, que permitia uma grande liberdade na gestão das equipas (nas trocas de pilotos), só nos últimos vinte minutos de corrida se viria a perceber a posição real das equipas participantes.

No final das 6 horas de corrida, cujo vencedor irá participar nas finais mundiais da SWS em Paris, a equipa do Clube Millennium bcp terminou a prova no 16.º lugar, a 5 voltas dos vencedores, e com a 13.ª melhor volta (+1,2 segundos) da corrida.

Publicado em 06/12/2018