Desporto

Série C do XIII Campeonato Nacional de Futsal

Bravos (3) vs (1) Tsunami; Coriscos (3) vs (3) Bravos; Coriscos (3) vs (3) Bravos

Bravos (3) vs (1) Tsunami

No dia 5 de abril disputou-se o primeiro jogo do Campeonato Regional Açores 2019 do Clube Millennium bcp entre as equipas da Ilha Terceira e do Faial/Pico. O jogo começou como esperado, com as duas equipas a jogarem de forma cautelosa, sem arriscarem muito, mas com a equipa da casa a criar mais oportunidades de perigo e com a equipa do Faial/Pico, que ia mantendo a sua qualidade defensiva, a obrigar a equipa adversária a procurar os remates de longe que foram sucessivamente anulados pelo guarda-redes da equipa visitante.

O primeiro golo surgiu apenas num lance de muita infelicidade com o jogador Filipe Menezes a colocar a bola dentro da sua própria baliza e numa altura em que a equipa do Faial/Pico ia tomando conta do jogo. Já com os nervos à flor da pele, foi a equipa da casa quem voltaria a marcar ampliando assim o resultado para 2-0, resultado que determinaria o fim do primeiro tempo.

Com o início do segundo tempo, a equipa visitante entrou em campo determinada em recuperar tendo mesmo conseguido reduzir para 2-1. O jogo terminaria mesmo com um resultado a 3-1.

Tsunami (3) vs (0) Coriscos

Disputou-se no passado dia 6 de abril a Série C do XIII Campeonato Nacional de Futsal pondo frente a frente a equipa Coriscos (S. Miguel) e a equipa dos Tsunami (Faial).

O jogo pautou-se por um equilíbrio entre as duas equipas na primeira parte, contudo os Faialenses adiantaram-se no marcador a meio da primeira parte. Apesar do golo o equilíbrio continuou a imperar até ao fim da 1.ª parte.

No segundo tempo a equipa dos Coriscos tentou o golo nos momentos iniciais do segundo tempo por forma a chegar ao empate, mas acabou por sofrer o segundo golo através de grande penalidade. Com o resultado em 2 a zero a favor dos Tsunami a equipa dos Coriscos veio à procura do golo por forma a reentrar no jogo, mas acabou por sofrer o 3.º golo, ficando aí sentenciada a partida.

De referir que tudo nos aconteceu antes do jogo, foi o avião que atrasou, foi a situação do carro alugado que afinal não estava, ou seja, com todos estes contratempos chegámos tarde ao pavilhão e não tivemos tempo sequer de aquecer. O nosso guarda-redes, por exemplo, foi-se equipando no carro a caminho do recinto. Apesar disto, não quero retirar o mérito à vitória da equipa adversária.

Coriscos (3) vs (3) Bravos

Tratava-se do 3.º jogo do torneio em que o empate ou até mesmo a derrota por 2 golos serviria à equipa Os Bravos para passar à fase seguinte.

O jogo começou numa toada ofensiva por parte da equipa Os Bravos, mas sempre bem contrariada pela organizada equipa dos Coriscos. Quando não era isso era o poste da baliza que teimava em não deixar entrar a bola. Nuno Costa foi o jogador que na 1.ª parte mais bolas meteu no poste (5!). Foi por isso, de uma forma surpreendente, que os Coriscos chegaram ao 1-0, aos 15 minutos, numa bola bombeada para a frente onde Bernardo Silva na cara de João Paulo não perdoou. Termina assim a 1.ª parte com uma falta marcada e apenas aos 18 minutos.

Num bom jogo de futsal, e volvidos 27 minutos do início do jogo, a equipa dos Bravos restabelece o empate numa boa triangulação ofensiva concluída por Artur. Na 2.ª falta do jogo e 4 minutos depois, de livre, Artur bisa na partida com um livre direto à baliza não dando hipótese a João Bicudo. No minuto seguinte em mais um bom remate consegue Nuno Costa dilatar o resultado e finalmente não acertar no poste. Foram 5 minutos que fizeram virar o resultado para 3-1. Para não ficar atrás, Mário Furtado numa bomba de livre aos 35 minutos fez a bola entrar no ângulo superior da baliza de João Paulo. Para quem não viu e no último minuto da partida, Mário do mesmo sítio repete a façanha e empata a partida a 3. Resultado final, 3-3.

De salientar apenas 8 faltas no jogo todo e de pequenos toques. Um salutar convívio pois é isso que se quer entre colegas. Parabéns às duas equipas.

Desta maneira, o conjunto Terceirense, Os Bravos, torna-se Tricampeão Açoriano.

Publicado em 03/05/2019